Mecanismo de Revelação

Janeiro 12 2012

Já desde há muito tempo que entre os estudantes de economia, tão aptos e adeptos de divisões de opinião, existe um consenso alargado: a Economia é uma ciência quantitativa. Schumpeter, ilustre economista do século XX, vai ainda mais longe ao referir que "a Economia é a mais quantitativa, não apenas das ciências 'sociais' ou 'morais', mas de todas as ciências, não excluindo a Física" - ou como podem existir transacções, preços, ou valorações sem quantidades ou ordenações numéricas associadas destes conceitos?

 

É desta maneira claro que o conceito de maximização encontra-se naturalmente associado às mais profundas fundações da Economia enquanto ciência. Mas desenganem-se aqueles que acham os economistas como sectários ou que pertencem a alguma 'escola' com um determinado credo, científico ou metafísico. Desenganem-se também os que julgam que a Economia só pode ser pensada através do uso exclusivo da matemática ou que se encontra indiferente ao objecto do estudo de historiadores, antropólogos, sociólogos, etc.. Muito antes pelo contrário. Uma definição clara e muito popular entre economistas - por tão eloquentemente economizar no acessório - é a introduzida por Lionel Robbins:

"Economia é a ciência que estuda o comportamento humano como uma relação entre fins e meios escassos com usos alternativos."

Nada nesta definição é sugerido sobre a intenção ou a formação dos fins, mas quanto aos meios esta definição implica que estes sejam usados com descernimento através de seres humanos com capacidade de racionalidade acima à de qualquer outra criatura viva. Uma forma de operacionalizar este 'descernimento' é utilizando o princípio da maximização. Como Samuelson tão bem notou, este não é um príncipio aplicado apenas em economia, mas também na maior parte das ciências naturais: um físico descreverá que - "uma bola de Galileu desce num plano inclinado como se minimizasse o integral da acção ou minimizasse o integral de Hamilton" ou "um raio de luz viaja sobre o ar entre dois pontos como se descrevendo um arco que pode ser defenido atravez de um problema de minimização em cálculo de variação". O conceito que aqui é fundamental é o de 'como se' - 'as if'. Decerto que nem o raio de luz nem a bola de Galileu resolvem conscientemente um problema de optimização, mas é como se o fizessem; e é esta descrição simples e económica que permite aos físicos formular previsões e uniformidades na natureza. A metodologia em Economia assume este príncipio de maximização de forma equivalente. Não que os consumidores resolvam conscientemente problemas de maximização de felicidade ou que os produtores resolvam necessariamente minimizações de custos. Mas é como se o fizessem. É este tipo de análise que permite aos economistas formularem as suas previsões e uniformidades no comportamento económico.

 

Neste blogue comentarei a realidade económica envolvente utilizando a metodologia de análise associada à Economia. O título - Mecanismo de Revelação - refere-se a um resultado em teoria de jogos no estudo da relação principal-agente, onde o principal - ávido por maximizar o benefício da sua interacção com o agente - estabelece numa 1a etapa um mecanismo, contrato ou esquema de incentivos; numa 2a etapa, o agente - com certas caracteristicas que o principal desconhece - decide participar ou não no contrato; e numa 3a etapa o principal e os agentes que decidiram participar 'jogam' o mecanismo. O princípio da revelação estabelece que, no seu obejctivo, o principal pode considerar apenas mecanismos onde todos os agentes aceitam o participar no contrato na 2a etapa, e na 3a anunciam honestamente as suas características interínsecas (este princípio foi enunciado por diversos economistas: Gibbard 1973, Green e Laffont 1977 ou Dasgupta, Hammond e Maskin 1979). Um resultado notável que reduz consideravelmente dimensionalidade do problema do principal e que facilita a sua aplicação em problemas tão diversos como o da discriminação de preço, regulação, tributação de rendimento, bens públicos, leilões, barganha, etc.. O blogue Mecanismo de Reveleção intrepretará a realidade utilizando mecanismos e métodos usados na Economia. Com isto espera-se que a revelação seja a do maior interesse para o leitor.

 

(o mesmo leitor interessado pode o livro de texto do Fundenberg e Tirole (1991) "Game Theory" para uma descrição mais promenorizada do príncipio de revelação entre outros conceitos em Teoria de Jogos)

 

 

publicado por Palamedes às 00:08
Etiquetas:

Assuntos económicos economizando no perdulário.
pesquisar neste blogue
 
mais sobre mim
RSS